Hospital Fernando Fonseca assinala o Dia Mundial do Ostomizado

No dia 6 de outubro de 2020, celebra-se o dia Mundial da Pessoa com Ostomia, mais vulgarmente conhecido como o “Dia Mundial do Ostomizado”. Serão realizadas várias iniciativas mundiais e nacionais, de sensibilização para temática, quer para a prevenção de patologias que têm como consequência uma ostomia, quer para a desmitificação do que é viver com uma ostomia.

Em Portugal não existem dados agregados do número real de pessoas com ostomia. A ostomia de eliminação intestinal é a mais frequente, com uma taxa de prevalência de 1 a 1,2 por 1.000 habitantes, semelhante à existente nos países Ocidentais

Calcula-se que em Portugal existam entre 10.000 e 12.000 de pessoas com ostomia de eliminação intestinal. Se acrescentarmos as ostomias respiratórias, as de alimentação e as urinárias o número ultrapassará as 16.000 pessoas que vivem com uma ostomia de qualquer tipo.

Só na área de influência do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca existem cerca de 800 a 900 pessoas com ostomia de eliminação intestinal.

Até 2016 foram registadas 100 a 120 novas ostomias intestinais por ano no HFF, número que aumentou, a partir de 2017, uma vez que o Núcleo da Cirurgia Colo-retal do Serviço de Cirurgia Geral do HFF é Centro de referência do cancro do reto.

A consulta de Enfermagem de Estomaterapia no HFF, acompanha a pessoa com ostomia (todos os tipos de ostomia) desde o pré-operatório ao pós-operatório, com o foco no treino da autonomia. Estão ativas na consulta cerca de 500 pessoas com ostomia, na sua maioria ostomias de eliminação. As ostomias respiratórias e gástricas representam cerca de 2 dezenas. No ano de 2019 foram efetuadas 1312 consultas de Enfermagem de estomaterapia, das quais 116 foram somente de Urologia.

Para assinalar o dia 6 de outubro, realizar-se-á uma ação no auditório do hospital, dirigida aos serviços de Cirurgia Geral, Cuidados Intensivos, Urologia e Consulta de Estomaterapia do ACES Amadora.

O objetivo desta ação, consiste em enquadrar o papel da Cirurgia Colo-retal como Centro de Referência, apresentar as dificuldades sentidas no atual contexto pandémico, demonstrar os resultados da consulta de estomaterapia do ano 2019 e estabelecer a comparação com 2020. Pretende-se também apresentar o protocolo de articulação da Consulta de Estomaterapia do HFF com o ACES Amadora.

Neste dia será ainda efetuado o lançamento do livro “A Dança das Máscaras” escrito por Isabel Holbeche, utente da consulta de Estomaterapia.