Projetos cofinanciados pela UE

O que é?

O UNO é um projeto que pretende contribuir para a efetiva melhoria e desmaterialização dos processos de interação com os utentes.

  • Contribui para a melhoria dos processos administrativos, tornando-os mais eficientes e rápidos;
  • Melhora o atendimento ao público, contribuindo para a satisfação do utente e colaborador;
  • Torna o Hospital mais eficiente centrado no cidadão;
  • Reduz custos operacionais.

Como?

Através de:

  • Quiosques e Televisores
  • Chamadas Telefónicas
  • Plataforma Administrativa

Quiosques e Televisores

  • Organizam no processo de atendimento dos utentes, facilitando o trabalho dos profissionais e reduzindo o tempo de espera;
  • Associam automaticamente a chamada sonora à visual, tornando-a mais clara e percetível ( altifalantes e televisores);
  • Permitem a possibilidade de os colaboradores efectuarem a chamada de forma automática inequívoca dos utentes;
  • Tornam possível a visualização de conteúdos informativos úteis ao utente, durante a sua estadia no Hospital.

Plataforma Administrativa

Permite visualizar todas as interações entre o utente e o Hospital, permitindo assim, um atendimento individualizado e dirigido, criando assim um balcão único de Atendimento.


Cofinanciado por:

Informação brevemente disponível.

 

Cofinanciado por:

 

 Designação da operação | Modernização dos Equipamentos do HFF

Operação n.º LISBOA-06-4842-FEDER-000027

 Região de intervenção | Região de Lisboa (NUTSII)

 Entidade beneficiária | Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, EPE

 Objetivo Principal | Reforçar a rede de infraestruturas sociais e de saúde

 Data da aprovação | 15-05-2018

Data de início | 16-01-2015

Data de conclusão | 15-11-2018

Custo total elegível | 4.364.242,40€

Apoio financeiro da União Europeia | FEDER – 2.182.121,20€

Apoio financeiro público nacional | 2.182.121,20€

 

Modernização dos Equipamentos do HFF

O projeto visa a aquisição de equipamentos de tecnologia avançada essenciais à otimização do funcionamento do HFF, prioritariamente nos serviços de Oftalmologia, Cardiologia, e nos serviços de Gastrenterologia, Imagiologia, Ginecologia, Pneumologia, entre outros, que permitam a modernização tecnológica do rastreio, do diagnóstico e da terapêutica altamente especializada, das pessoas com doenças oncológicas.

Com este investimento na inovação o HFF espera contribuir para o aumento gradual da capacidade de resposta da rede de serviços hospitalares aos novos desafios epidemiológicos e demográficos, assegurando o nível de acessibilidade da população a cuidados de saúde de qualidade e diferenciadores. Com a aquisição dos equipamentos identificados no projeto será possível ao HFF assegurar um conjunto de ganhos e benefícios diretos para a população e por essa via promover o desenvolvimento regional e local, dando o seu contributo para a redução das desigualdades de saúde, fortalecendo o papel do SNS na esfera da inclusão social.

Complementarmente, a aquisição destes equipamentos permitirá ao HFF apostar na promoção da qualidade e diferenciação dos cuidados de saúde prestados aos utentes através da modernização tecnológica de diagnóstico e terapêutica em áreas prioritárias de elevada complexidade, garantindo o aumento dos níveis de eficácia, eficiência e qualidade da prestação de cuidados de saúde e assegurando a redução dos tempos de espera para consultas, MCDT e cirurgias, em particular, nas especialidades de Oftalmologia, Cardiologia, mas também assegurando o diagnóstico precoce e tratamento dos doentes oncológicos.

Desta forma, considerando os impactos esperados da operação, em particular nas especialidades de Cardiologia e Oftalmologia e rastreio oncológico onde o grupo mais representativo dos utentes é a população idosa, pretende o HFF dar resposta à evolução demográfica que se tem verificado nas últimas décadas, com o envelhecimento significativo da população e do aumento da esperança média de vida.

O HFF encontra-se implantado numa região onde a densidade populacional é uma das mais elevadas do país e onde o envelhecimento gradual da população será um dos principais desafios a dar resposta. É precisamente nesta faixa etária da população com mais de 65 anos, onde existe uma maior prevalência de doenças cardiovasculares, oftalmológicas e oncológicas

O hospital pretende, assim, assegurar a modernização e requalificação tecnológica dos equipamentos hospitalares de forma a internalizar as dinâmicas de inovação inerentes à área da Saúde e do Bem-Estar, melhorar a acessibilidade e os cuidados de proximidade aos utentes.

O presente projeto visa, assim, a modernização tecnológica de rastreio, diagnóstico e terapêutica altamente especializada, predominantemente nas áreas da Oftalmologia, Cardiologia, Gastrenterologia, Imagiologia, Ginecologia, Pneumologia com impacto direto na área da Oncologia.

  

Consulte informação sobre: Dados sobre a execução da operação Lisboa 2020

 

 

Designação da operação | Modernização dos Equipamentos do HFF – Fase II

Operação n.º LISBOA-06-4842-FEDER-000049

 Região de intervenção | Região de Lisboa (NUTSII)

 Entidade beneficiária | Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, EPE

 Objetivo Principal | Reforçar a rede de infraestruturas sociais e de saúde

 Data da aprovação | 26-03-2019

Data de início | 01-02-2019

Data de conclusão | 29-07-2020

Custo total elegível | 1.260.442,50€

Apoio financeiro da União Europeia | FEDER – 630.221,25€

Apoio financeiro público nacional | 630.221,25€

 

Modernização dos Equipamentos do HFF

O projeto visa dar continuidade ao projeto iniciado no ano 2015 de aquisição de equipamentos de tecnologia avançada essenciais à otimização do funcionamento do HFF, prioritariamente nos serviços de Oftalmologia, Cardiologia, e nos serviços de Gastrenterologia, Imagiologia, Ginecologia, Pneumologia, Urologia, entre outros, que permitam a modernização tecnológica do rastreio, do diagnóstico e da terapêutica altamente especializada, das pessoas com doenças oncológicas, dando.

Com este investimento na inovação o HFF espera contribuir para o aumento gradual da capacidade de resposta da rede de serviços hospitalares aos novos desafios epidemiológicos e demográficos, assegurando o nível de acessibilidade da população a cuidados de saúde de qualidade e diferenciadores. Com a aquisição dos equipamentos identificados no projeto será possível ao HFF assegurar um conjunto de ganhos e benefícios diretos para a população e por essa via promover o desenvolvimento regional e local, dando o seu contributo para a redução das desigualdades de saúde, fortalecendo o papel do SNS na esfera da inclusão social.

Complementarmente, a aquisição destes equipamentos permitirá ao HFF apostar na promoção da qualidade e diferenciação dos cuidados de saúde prestados aos utentes através da modernização tecnológica de diagnóstico e terapêutica em áreas prioritárias de elevada complexidade, garantindo o aumento dos níveis de eficácia, eficiência e qualidade da prestação de cuidados de saúde e assegurando a redução dos tempos de espera para consultas, MCDT e cirurgias, em particular, nas especialidades de Oftalmologia, Cardiologia, mas também assegurando o diagnóstico precoce e tratamento dos doentes oncológicos.

Desta forma, considerando os impactos esperados da operação, em particular nas especialidades de Cardiologia e Oftalmologia e rastreio oncológico onde o grupo mais representativo dos utentes é a população idosa, pretende o HFF dar resposta à evolução demográfica que se tem verificado nas últimas décadas, com o envelhecimento significativo da população e do aumento da esperança média de vida.

O HFF encontra-se implantado numa região onde a densidade populacional é uma das mais elevadas do país e onde o envelhecimento gradual da população será um dos principais desafios a dar resposta. É precisamente nesta faixa etária da população com mais de 65 anos, onde existe uma maior prevalência de doenças cardiovasculares, oftalmológicas e oncológicas.

O hospital pretende, assim, assegurar a modernização e requalificação tecnológica dos equipamentos hospitalares de forma a internalizar as dinâmicas de inovação inerentes à área da Saúde e do Bem-Estar, melhorar a acessibilidade e os cuidados de proximidade aos utentes.

O presente projeto visa, assim, a modernização tecnológica de rastreio, diagnóstico e terapêutica altamente especializada, predominantemente nas áreas da Oftalmologia, Cardiologia, Gastrenterologia, Imagiologia, Ginecologia, Pneumologia, Urologia, com impacto direto na área da Oncologia.

  Dados sobre a execução da operação

Serão disponibilizados brevemente

 

Cofinanciado por:

 

Designação da operação |Capacitação dos Centros de Referência do HFF em Centros de Referência Digital (CRD).

Operação n.º POCI-05-5762-FSE-000115

Apoiado no âmbito do sistema de incentivos: Apoio à modernização e capacitação da administração pública (SAMA2020)

Objetivo Principal | Reforçar a rede de infraestruturas sociais e de saúde

 Data da aprovação | 06-11-2019

Data de início | 02-08-2019

Data de conclusão | 31-07-2021

Investimento Total em Euros | 1 769 526,29

Apoio financeiro da União Europeia | 1 007 745,22

Apoio financeiro público nacional | 761 781,07

 

Síntese do projeto

Objetivo: Reforçar a capacidade institucional e uma administração pública eficiente, resultando numa experiência de maior conforto e segurança para o doente, através:

 

1- Da racionalização da estrutura do circuito do medicamento, para uma agilização eficiente com os CR, maior rigor, rastreabilidade e segurança no tratamento da informação sobre medicação administrada, através do projeto de gestão integrada do medicamento e do desenvolvimento da App BPoC – Registo Terapêutica no ponto de cuidados;

2- Do aumento de interações com os centros de saúde de modo a criar sinergias e diminuir os custos tanto para o utente como para o HFF, através das seguintes atividades: Aumento de sinergias via interação com os centros de saúde e Desenvolvimento de sinergias via Processo Clínico Eletrónico (PCE);

3- Da criação de um Portal do Utente do CR, por obrigatoriedade dos standards, e aproveitando para aumentar a qualidade de serviço prestado, partilhando a informação pelos vários intervenientes no processo, evitando que o cidadão tenha de deslocar-se ou fornecer a mesma informação mais que uma vez.

Resultados da Operação

Dados a disponibilizar brevemente