Grávidas e Mamãs

Saiba o que trazer para a maternidade, consulte folheto informativo


O projeto «Nascer Cidadão» é uma das medidas constantes do Programa SIMPLEX do Ministério da Justiça. Permite a realização do registo de nascimento em locais diferentes da conservatória.

Objetivos

  • Simplificar atos de registo civil relacionados com o nascimento;
  • Facilitar a vida quotidiana dos cidadãos no exercício dos seus direitos e no cumprimento das suas obrigações;
  • Contribuir para a racionalização e eficiência da Administração Pública, promovendo maior partilha de meios e informação entre serviços e a organização do trabalho em rede.

Os hospitais foram considerados um lugar privilegiado para assegurar o registo imediato das crianças logo após o nascimento.

No Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, EPE, os pais podem registar o seu bebé, logo após o nascimento, junto à sala de visitas do Serviço de Obstetrícia, nos seguintes horários:

  • Segunda a Sexta-Feira: 14:00 às 18:00
  • Sábado: 12:00 às 18:00

O registo é um ato gratuito. Para registar o bebé basta, comparecer um dos pais, no caso de serem casados, com os respectivos documentos de identificação; não sendo casados, é necessário comparecerem ambos.

Se o pai estiver ausente, a mãe pode registar o bebé sozinha, e o pai, quando possível, vai perfilhá-lo à conservatória.

Pode escolher a naturalidade do seu bebé entre a freguesia do hospital e a freguesia da residência da mãe.

Caso não registe o seu bebé antes da alta, poderá mais tarde, fazê-lo em qualquer conservatória do registo civil ou, se preferir, voltar ao hospital para proceder ao registo de nascimento.

Espaço de Informação para o aleitamento materno

O sucesso do aleitamento materno depende da opção informada da mulher por esse método de alimentação e do suporte de apoio que terá na concretização do seu projecto de amamentação.

Muitas mulheres deparam-se com alguns problemas relacionados com o aleitamento materno e pode influenciar o sucesso do mesmo. Entretanto, sabe-se que na maioria das situações com apoio eficaz essas dificuldades podem ser ultrapassadas ou minimizadas, evitando assim o desmame precoce.

Neste contexto o “Cantinho da Amamentação” foi criado para facilitar o acesso à informação e dar apoio às grávidas e mães que apresentam dúvidas.

Este acompanhamento é feito por Enfermeiras do Serviço da Consulta Externa – da área de Saúde Materno-Infantil e pretende contribuir para sucesso do aleitamento materno.

Com o intuito de combater o desmame precoce e contribuir para o crescimento saudável da criança, a Organização Mundial da Saúde (OMS) preconiza o aleitamento materno até aos 6 meses, podendo começar a introduzir a água e outros alimentos sólidos a partir desta data.

No espaço de informação para o aleitamento materno poderá encontrar ajuda para:

  • Esclarecer dúvidas relativas à amamentação;
  • Evitar e/ou diminuir o risco de problemas associados à amamentação;
  • Facilitar o atendimento à mãe que amamenta;
  • Promover o desenvolvimento das competências maternas;
  • Observar as mamadas e para aconselhar/corrigir a melhor forma de amamentar;
  • Apoiar no regresso ao trabalho às mães que amamentam.

O Cantinho da Amamentação de Obstetrícia funciona nas Consultas Externas de Obstetrícia – Piso 2 – nos seguintes horários:

  • Segunda a sexta – feira: 13h00 às 15h00.

Consulte o folheto Cantinho da Amamentação

Cordão Umbilical – Preparação para a parentilidade

Tendo em conta, que a transição para a Parentalidade é uma complexa fase de desenvolvimento, que obriga à preparação e adaptação da mulher/casal, a um vasto conjunto de mudanças, os Serviços de Urgência Obstétrica e Ginecológica, Internamento de Obstetrícia e Medicina Física e Reabilitação desenvolvem, desde Dezembro de 2011, o projeto “Cordão Umbilical” – Preparação para a Parentalidade.

Este projecto, destinado à população da área de influência do HFF, é constítuido por 3 cursos*:

  • Curso de Preparação para o Nascimento (CPN);
  • Curso de Recuperação Pós-parto (CRP);
  • Curso de Técnicas de Massagem Infantil (TMI).

De salientar que se trata de um projecto inovador, envolvendo vários grupos profissionais, nomeadamente assistente social, anestesista, enfermeiras especialistas de enfermagem de saúde materna e obstetrícia, fisioterapeutas, nutricionista e terapeuta de desenvolvimento pessoal.

*De momento os cursos acima referenciados encontram-se cancelados.

Preparação da Alta

São realizadas, 3 vezes por semana, sessões de informação destinada aos pais e/ou pessoa significativa da puérpera com o objetivo de preparar a alta hospitalar e a adaptação aos primeiros dias em casa.

Estas sessões abordam temas como: a amamentação, alimentação da mãe, cuidados de higiene da mãe e do bebé, sexualidade e contraceção, sinais de alerta na mãe e no bebé, eliminação no recém-nascido e prevenção de acidentes.

É dada informação sobre documentos importantes como a Declaração de Nascimento, Boletim individual de Saúde e Boletim de vacinas e também sobre legislação da parentalidade.

Visita das grávidas à maternidade

Realiza-se 2 vezes por mês uma visita organizada das grávidas que são vigiadas nos Centros de Saúde da área de influência do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, EPE e das grávidas da Consulta Externa de Obstetrícia do Hospital.

Esta visita tem como objetivo dar a conhecer a equipa, o espaço físico e algumas das atividades, para facilitar a adaptação da mulher/casal aquando do internamento.