Dia Mundial da Doença Falciforme assinala-se a 19 de junho

19 Junho, 2022

O Núcleo Pediátrico da Doença Falciforme (NPDF) do Serviço de Pediatria do Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca (HFF) foi criado em 2014, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida das crianças com doença falciforme, também conhecida por drepanocitose, e segue, atualmente, cerca de 135 crianças.  

“O que fazemos é colocar a criança e a família no centro dos cuidados, criando uma coordenação entre as várias especialidades envolvidas no seu seguimento. O objetivo é que as crianças possam fazer todos os exames diagnósticos e tenham as consultas de que necessitam no mesmo dia, minimizando assim o número de vindas ao hospital”, explica Teresa Faria, coordenadora do Núcleo.  

O NPDF realiza também iniciativas para familiares e crianças com esta patologia. O mais recente foi o “II Encontro – Vamos Falar Sobre Anemia Falciforme”, dedicado a pais de crianças com drepanocitose.  

Segundo Teresa Faria, o objetivo da iniciativa foi a formação e o esclarecimento de dúvidas dos pais sobre a doença dos filhos, assim como o convívio entre familiares.  

Também denominada por drepanocitose, esta é uma patologia hereditária que afeta os glóbulos vermelhos e que, apesar de ser uma doença do sangue, vai ter repercussão em outros órgãos, como por exemplo olhos, coração, pulmão, rins, ossos, entre outros.