Hoje é Dia Mundial da Alergia 

8 Julho, 2022

De acordo com Anna Sokolova, alergologista do Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca (HFF), a Imunoalergologia é uma área que é relativamente recente no Mundo de Medicina.

“A patologia alérgica pode variar de situações clínicas potencialmente fatais, como por exemplo a anafilaxia, a patologia pouco evidente e, por vezes, pouco valorizada pelo doente, como por exemplo a rinite alérgica”, explica.

Tal como refere, os conhecimentos atuais e os métodos diagnósticos existentes permitem identificar a causa envolvida e controlar com eficácia as manifestações clínicas. “É uma das áreas médicas onde a informação fornecida pelo doente, nomeadamente as exposições ambientais, ingestão dos certos alimentos, toma de fármacos, é de maior importância na identificação da causa e no controlo da doença”, afirma.

E continua: “As terapêuticas desenvolvidas nas últimas décadas, tais como vacinas anti-alérgicas e anticorpos monoclonais, permitem controlar quadros previamente considerados intratáveis. A implementação destas terapêuticas exige um grande esforço conjunto dos médicos de várias especialidades, enfermeiros e gestores, sendo o resultado muito gratificante.”