Hospital Fernando Fonseca tem nova TAC financiada pela Câmara Municipal de Sintra

23 Outubro, 2020

O Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca (HFF) disponibiliza, a partir de hoje, no seu Serviço de Imagiologia, um novo equipamento de TAC – Tomografia Computadorizada – de última geração. O investimento num meio de diagnóstico essencial para a população servida pelo HFF e, em especial, para os doentes COVID-19, ascende a €550.000 euros, e foi integralmente suportado pela Câmara Municipal de Sintra.

Com a aquisição deste novo equipamento de TAC, a capacidade de resposta da instituição aos seus utentes será maximizada, com menor recurso à externalização, e com consequentes ganhos para os Utentes e para o SNS. A nova TAC, permite igualmente um diagnóstico mais fiável e preciso em situações clínicas complexas como é o caso dos doentes COVID-19.

Efetivamente, a TAC constitui uma abordagem diagnóstica avançada importante para a COVID-19, reproduzindo dados imagiológicos relevantes que permitem a tomada de decisão o mais precoce possível, mitigando o risco dos doentes, aumentando a sobrevida e a minimização de sequelas, devido ao rápido diagnóstico e intervenção clínica atempada.

A aquisição deste novo equipamento permite a criação de circuitos separados para utentes COVID-19 e não COVID-19, fundamental na redução do risco de infeções entre doentes do HFF.  O HFF dá assistência hospitalar a uma população de cerca de 550 000 habitantes dos concelhos de Amadora e de Sintra, sendo dos hospitais da ARSLVT com maior número de doentes COVID-19 internados desde o início da pandemia.

Marco Ferreira, Presidente do Conselho de Administração do HFF, explica importância deste meio de diagnóstico de excelência, e o seu impacto na população servida pela unidade hospitalar: Anualmente são realizados cerca de 52 mil TAC no HFF. A aquisição desta nova TAC, oferecida pela Câmara de Sintra, reforça a resposta do HFF aos utentes, reduzindo os tempos de espera e evitando a externalização destes exames”. Em relação ao impacto da nova TAC no combate à pandemia, o responsável afirma: O Serviço de Imagiologia do HFF passa a estar dotado com um equipamento que possibilita a obtenção de imagens de grande qualidade, nomeadamente na área da patologia pulmonar, essencial na abordagem ao doente com COVID-19. Esta aquisição permite-nos, ainda, criar circuitos separados para utentes COVID-19 e não COVID-19, reduzindo o risco de infeção”.

Basílio Horta, presidente da Câmara Municipal de Sintra, sublinha a importância de continuar a investir e a apoiar todo o sistema de saúde do concelho: “Desde o início da pandemia o município já investiu mais de 14 milhões de euros, uma parte significativa na área da saúde”. O autarca recorda que, “até ao final do ano podemos atingir os 20 milhões de investimento, porque vivemos um período absolutamente excecional no qual proteger e salvaguardar a vida de todos é a prioridade”. “Este investimento vai ao encontro desta estratégia, dotando o Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca com um equipamento fundamental na abordagem aos doentes COVID-19”, defende Basílio Horta.

Recorde-se que a Câmara de Sintra, ao abrigo de um protocolo de cooperação com o HFF, investiu €1,5 milhões, destinados igualmente à aquisição de Equipamentos de Proteção Individual, Ventiladores e outro material médico.