Centros de Referência na área da cirurgia oncológica obtêm revalidação da certificação

18 Agosto, 2021

O Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca (HFF) obteve a revalidação da certificação dos seus Centros de Referência na área da cirurgia oncológica. O Centro de Referência de Tratamento de Cancro do Reto e o Centro de Referência de Cancro Hepatobilio/Pancreático viram assim a qualidade das respetivas estruturas organizativas e da sua prática clínica revalidadas.

Criados em 2015 e formalmente reconhecidos em 2016 pelo Ministério da Saúde, estes dois Centros de Referência caracterizam-se pela existência de grupos multidisciplinares dedicados especificamente ao tratamento de patologias oncológicas do reto e do pâncreas e das vias biliares. Envolvem e integram várias especialidades com vista à prestação de cuidados altamente diferenciados.
Estes cuidados assistenciais são efetuados de acordo com os mais elevados padrões de qualidade, em conformidade com a evidência disponível e as recomendações específicas da comunidade científica. Caracterizam-se ainda por uma particular atenção e abordagem do doente como um todo e pela prática sistemática de envolver o doente e respetiva família na decisão, informando as diferentes opções terapêuticas, as respetivas vantagens e inconvenientes.
A avaliação do risco está sempre presente em todas as fases do percurso do doente. Tal visa a mitigação e controlo dos riscos, promovendo a segurança de todos os intervenientes.
A certificação que foi agora revalidada é emitida pela Direção-Geral da Saúde, de acordo com o modelo ACSA, o modelo de certificação utilizado em Portugal para as Instituições do Serviço Nacional de Saúde (SNS). Visa aferir e atestar a qualidade das organizações prestadoras de cuidados de saúde e promover o seu empenho voluntário na melhoria contínua, consolidando a cultura de qualidade e segurança que se pretende generalizada a todo o SNS.

“Esta revalidação representa o reconhecimento do empenho dos profissionais na qualidade organizativa e da prática clínica, sendo um fator muito relevante para a confiança dos cidadãos nestes dois Centros de Referência do HFF”, refere Alexandra Ferreira, vogal do Conselho de Administração da Instituição. Uma vez que as cirurgias oncológicas nestas áreas são realizadas por equipas altamente diferenciadas “a certificação constitui um forte estímulo para todos os profissionais envolvidos, pois o modelo de avaliação utilizado debruça-se também sobre as práticas clínicas e a segurança dos utentes”, diz Alexandra Ferreira.

“O diagnóstico, estadiamento e tratamento destes cancros são tarefas de grande complexidade, exigindo uma elevada diferenciação das equipas de profissionais de saúde que tratam os doentes com estas patologias”, diz Vítor Nunes, diretor do serviço de Cirurgia Geral do HFF. É neste serviço que estão integrados o Centro de Referência de Tratamento de Cancro do Reto e o Centro de Referência de Cancro Hepatobilio/Pancreático.
Estes Centros de Referência são alvo de permanente avaliação e monitorização pelos respetivos responsáveis locais, mas também pelas entidades nacionais que acompanham o cumprimento dos indicadores de processo, estrutura e resultados definidos e estabelecidos em cada um dos Processos Assistenciais Integrados (PAI). “Nesse sentido, impõe-se uma palavra de reconhecimento e agradecimento a todos os profissionais envolvidos neste trabalho diário de grande relevo, palavra essa que aqui deixo na pessoa dos Drs. Carla Carneiro e Nuno Pignatelli, que têm sido os grandes impulsionadores deste esforço multidisciplinar”, conclui Vítor Nunes.

Refira-se que, no âmbito da sua atividade, estes Centros de Referência do HFF garantem uma avaliação nos primeiros cinco dias após a solicitação da consulta, independentemente do número de doentes já programados. Proporcionam o diagnóstico e tratamento nas várias áreas das patologias referidas, nomeadamente as diversas consultas diagnósticas e pré-operatórias, os tratamentos cirúrgicos e oncológicos (quimioterapia e radioterapia) necessários, procurando garantir os melhores resultados para os doentes.