Dia Europeu do 112: Viatura Médica do HFF é a que mais saídas regista em Portugal

11 Fevereiro, 2021

O Dia Europeu do 112 assinala-se hoje, 11 de fevereiro, e tem por o objetivo promover a consciencialização do número europeu de emergência. A comemoração deste dia foi instituída em 2009 por uma Convenção Tripartida entre a Comissão Europeia, o Parlamento Europeu e o Conselho da Europa.

Sabia que o Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca (HFF) contribui também para a capacidade de resposta do 112? É verdade: neste Hospital funciona desde 2016 uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER), uma parceria entre o HFF e o Instituto Nacional de Emergência Médica.

Mas antes de chegarmos à VMER, é importante dar-lhe a conhecer que o número europeu de emergência – 112 é atendido em primeira linha por uma Central de Emergência da Polícia de Segurança Pública (PSP), que faz uma triagem inicial da ocorrência, com vista a determinar o tipo de auxílio necessário.

As chamadas que à saúde digam respeito são encaminhadas para o INEM, que faz um processo de localização, triagem e aconselhamento. O objetivo é determinar qual é o meio de socorro mais adequado a cada ocorrência, podendo ser acionados diversos tipos de meios.

Entre esses estão as VMER, uma espécie de braço dos serviços de urgência dos hospitais na comunidade. Estas viaturas são autênticas unidades de cuidados intensivos móveis, tendo por objetivo deslocar uma equipa constituída para um médico e um enfermeiro até ao local das ocorrências, para prestar cuidados de saúde altamente diferenciados às vítimas de acidente ou doença súdita.

VMER do HFF é a que tem mais saídas no país 

A VMER do HFF entrou em funcionamento no dia 1 de março de 2016, sendo a segunda mais recente das 44 viaturas deste tipo em funcionamento em território de Portugal continental (apenas a do Hospital do Barreiro entrou em funcionamento depois da do HFF, concluindo assim a rede nacional de VMER). A sua equipa é atualmente constituída por 25 médicos e 20 enfermeiros do HFF, com formação específica em Suporte Avançado de Vida.

Esta VMER é “campeã” nacional no que ao número de saídas diz respeito. Em 2020 a “VMER do Amadora-Sintra” – como é identificada nos meandros da emergência médica pré-hospitalar – teve um total de 3.568 saídas, o que equivale a uma média de saídas diárias de 9,8.

Este indicador coloca a VMER do HFF no primeiro lugar destacado a nível nacional, sendo que todas as VMER do território continental têm uma média de 5,1 saídas diárias, tendo dado resposta a 82.010 ocorrências. A segunda VMER com mais saídas diárias, também de um hospital da grande Lisboa, tem 8,1 ocorrências por dia.

O trabalho realizado pelos profissionais da VMER do HFF tem uma grande relevância social. Este serviço de âmbito pré-hospitalar tem permitido salvar inúmeras vidas, permitindo ao HFF cumprir a sua missão fora das paredes do Hospital.

Já sabe: em caso de emergência ligue 112. Informe, de forma simples e clara:

  • A localização exata e, sempre que possível, com indicação de pontos de referência. Esta localização é imprescindível para enviar a ajuda necessária, devendo ser o mais completa possível;
  • O número de telefone do qual está a ligar;
  • O tipo de situação (doença, acidente, parto, etc.);
  • O número, o sexo e a idade aparente das pessoas a necessitar de socorro;
  • As queixas principais e as alterações que observa.

Para ajudar, basta manter a calma e responder às questões colocadas pelos operadores das centrais de emergência. Siga todas as indicações que lhe forem dadas.

Dia Europeu do 112: o número que salva vidas!