HFF cria projeto de mediação cultural para estar mais próximo das comunidades migrantes

21 Janeiro, 2022

O Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca (HFF), em parceria com a Associação de Intervenção Comunitária, Desenvolvimento Social e de Saúde (AJPAS), criou, no passado mês de novembro, o Projeto de Mediação Intercultural no Atendimento, com o objetivo de estar mais próximo dos seus e das suas utentes, sobretudo no que respeita à população imigrante. 

Com este projeto pretende-se atenuar as limitações decorrentes de barreiras linguísticas; eliminar as barreiras culturais e facilitar a mensagem no âmbito da orientação dos cuidados de saúde; orientar e aconselhar nos processos de regularização na comunidade. 

 A iniciativa conta com uma mediadora cultural, Liliana Jauad, também, médica, que de segunda a sexta-feira, entre as 9h30 e as 16h30, está disponível, à chamada, para apoiar, tanto utentes, como profissionais de saúde, no HFF e na comunidade. 

Esta é uma forma de contribuir para o estabelecimento das relações de convivência entre a população autóctone e imigrante, promovendo a gestão e a prevenção dos problemas de saúde, sem discriminação de natureza física, psicológica, social e cultural. 

De forma a apoiar os utentes de outras nacionalidades, a mediadora cultural do projeto vai difundir à população imigrante a informação sobre os serviços prestados pelo HFF; estabelecer, manter e melhorar de forma continuada os canais de comunicação, articulação e encaminhamento entre profissionais de saúde e a população; assim como fazer uma articulação com as instituições da comunidade, autarquias, associações e outras entidades públicas relacionadas. 

 Liliana Jauad vai colaborar com os profissionais de saúde do hospital e dos cuidados de saúde primários no atendimento a esta população, até mesmo no sentido da prevenção, do diagnóstico e do tratamento da doença, bem como no desenvolvimento de atividades especificas dirigidas às situações de maior risco ou vulnerabilidade de saúde.