Dia Mundial da Fisioterapia: uma profissão essencial na prestação de cuidados de saúde

8 Setembro, 2021

Comemora-se hoje o Dia Mundial da Fisioterapia, efeméride que pretende destacar o papel dos fisioterapeutas em todo o mundo e o valor da fisioterapia enquanto profissão fundamental na área da saúde. O Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca (HFF) associa-se a esta data, homenageando e destacando o trabalho dos seus fisioterapeutas, o qual é essencial para a prestação de cuidados de saúde proporcionada pela Instituição.

O foco do Dia Mundial da Fisioterapia deste ano é “COVID Longa e reabilitação”. A temática escolhida pretende destacar o importante papel dos fisioterapeutas no tratamento e gestão de pessoas afetadas por esta condição.

No último ano, os fisioterapeutas têm desempenhado um papel fundamental na reabilitação destes doentes, quer ao nível do internamento em cuidados intensivos ou enfermarias COVID, como ao nível do ambulatório, após a alta hospitalar. Estes doentes são acompanhados até à sua máxima recuperação e autonomia, reduzindo dessa forma tempos de internamento hospitalar e sequelas próprias resultantes da doença.

Além dos cuidados intensivos e enfermeiras dedicadas à COVID, os 33 fisioterapeutas do HFF estão presentes em todas as unidades de internamento bem como em equipas de ambulatório. A este nível dedicam-se a áreas como a saúde da mulher, pediatria, pessoas com amputação, patologias do foro cardiorrespiratório, músculo-esquelético e neurológico e protocolos pré e pós cirúrgicos.

A 8 de Setembro é celebrado anualmente o Dia Mundial da Fisioterapia, dia que corresponde à data da fundação da atual World Physiotherapy, ocorrida em 1951. A Associação Portuguesa dos Fisioterapeutas faz parte desta organização que representa a fisioterapia e os fisioterapeutas internacionalmente.

Este dia pretende dar visibilidade ao papel dos fisioterapeutas em todo o mundo e o seu contributo indispensável para o funcionamento dos sistemas de saúde. É também uma oportunidade de reforçar o papel da fisioterapia na manutenção e/ou melhoria da mobilidade e independência funcional e a sua contribuição para a saúde e bem-estar da população em geral.

Ano após ano, estes profissionais dão o seu melhor e desafiam-se a aprender mais em prol da excelência dos cuidados de saúde que prestam. O trabalho desenvolvido por estes profissionais revela-se decisivo para que os utentes regressem a casa mais rápido, nas melhores condições e com a maior autonomia possível.