HFF iniciou obras de substituição da totalidade da cobertura

17 Fevereiro, 2021

A substituição da cobertura vai melhorar as condições de conforto e de eficiência energética da estrutura hospitalar. O investimento realizado é de um milhão de euros, com a conclusão da obra prevista para o final de setembro deste ano.

Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca  (HFF) deu início à obra de renovação de toda a cobertura – comumente designados como telhados – dos edifícios que compõem a unidade hospitalar. O investimento a realizar é de um milhão de euros, enquadrado em candidatura aprovada no âmbito do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), e o projeto tem por objetivo a implementação de medidas de eficiência energética, bem como de remoção e substituição da cobertura em fibrocimento.

As instalações do HFF são constituídas por um edifício hospitalar e um edifício industrial, ambos com 26.000 metros quadrados de cobertura, o equivalente a 2.6 campos de futebol. A intervenção em curso vai substituir a totalidade da cobertura, dotando aos edifícios das melhores condições de funcionamento, nomeadamente:

 – Melhoria das condições de segurança;

 – Melhoria das condições de salubridade e higiene;

 – Melhoria do conforto térmico;

 – Melhoria do conforto acústico;

 – Melhoria de eficiência energética;

 – Melhoria da imagem estética.

A atual cobertura do Edifício Hospitalar é composta por uma multiplicidade de materiais, entre eles chapa de fibrocimento, painel sandwich, telas asfálticas e revestimento cerâmico. Todos vão ser removidos e substituídos por painel sandwich, material constituído por chapa de aço galvanizada e isolamento com espuma rígida de poliuretano, o qual é considerado o estado da arte no que diz respeito a este tipo de utilização.

A realização da obra prevê a remoção das zonas de cobertura em fibrocimento de acordo com todos os requisitos previstos na legislação em vigor: as placas deverão ser retiradas inteiras, não devendo ser fragmentadas ou trituradas, para evitar a dispersão de fibras e poeiras. Estes trabalhos decorrem com recurso a fatos e meios adequados para o efeito e transporte para vazadouro autorizado.

Para Filipe Chibante, diretor do Serviço de Instalações e Equipamentos do HFF, “impunha-se a realização desta obra, com vista a modernizar uma componente de grande importância em qualquer construção, como é o caso das coberturas dos edifícios”. Os trabalhos têm a sua conclusão prevista até ao final do mês de setembro de 2021.

Todo o Hospital manter-se-á, naturalmente, em funcionamento, uma vez que a obra decorre com o cumprimento de todas as normas de segurança. “A substituição da cobertura vai ter um impacto muito significativo, pelo que o investimento realizado trará retorno em vários domínios, designadamente nas condições de conforto e na eficiência energética”, conclui Filipe Chibante.