Segurança clínica em pediatria: uma aposta ganha no HFF 

24 Agosto, 2021

segurança das crianças e jovens internados e a qualidade dos cuidados prestados correspondem a duas premissas essenciais que alicerçam a missão do Serviço de Internamento de Pediatria (SIP) do Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca (HFF). No âmbito do processo de acreditação da qualidade, emergiu a necessidade de implementar uma escala de deteção precoce da deterioração clínica dos utentes internados no referido serviço.

Assim, em 2018 o HFF decidiu passar a utilizar a escala de Brighton Pediatric Early Warning Score (BPEWS), metodologia escolhida devido às suas caraterísticas de simplicidade, flexibilidade e rapidez de aplicação. Esta escala traduz a avaliação de três componentes (neurológico, cardiovascular e respiratório) dos pacientes internados, incluindo diversas intercorrências específicas no pós-operatório e da sua aplicação resulta uma determinada pontuação, indicativa de presença de menor ou de maior risco.

Após dois anos de utilização desta ferramenta de trabalho pareceu pertinente proceder à análise da sua inclusão na prática de cuidados. Foram definidos os seguintes objetivos: analisar os scores obtidos nos episódios de internamento no SIP do HFF nos anos de 2019 e 2020 e identificar que critérios da escala contribuíram para um score de risco (score ≥3).

Os resultados desta avaliação foram partilhados na mais recente edição da SomosHFF, a revista do HFF. Um trabalho da autoria das Enfermeiras Catarina Escobar, Andreia Gonçalves e Ribeiro da Silva. Pode aceder aqui à revista.